quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Greve dos bancários já dura 23 dias, a maior desde 2004

Foto: Allan Phablo
Da Agência Brasil
A greve dos bancários, que entrou hoje (28) em seu 23º dia, já é a terceira mais longa desde 2004, quando a paralisação chegou a 30 dias. Em 2013, a segunda maior do período, a greve teve 24 dias. Ontem, após reunião com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), o Comando Nacional dos Bancários disse que os representantes dos bancos sinalizaram com um novo modelo de acordo, que passará a ter validade de dois anos, em vez de um, como ocorreu nos últimos anos.
“O acordo de dois anos pode ser uma boa alternativa, desde que traga ganho para os bancários”, disse Juvandia Moreira, presidente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e região e uma das coordenadoras do Comando Nacional dos Bancários. Em nota, a Fenaban disse que a negociação continuará hoje. Segundo os bancários, uma reunião está marcada para as 15h.
Os trabalhadores reivindicam reajuste de 14,78%, sendo 5% de aumento real, considerando inflação de 9,31%; participação nos lucros e resultados (PLR) de três salários acrescidos de R$ 8.317,90; piso no valor do salário mínimo do Dieese (R$ 3.940,24), e vales alimentação, refeição, e auxílio-creche no valor do salário mínimo nacional (R$ 880). Também é pedido décimo quarto salário, fim das metas abusivas e do assédio moral.
Atualmente, os bancários recebem um piso de R$ 1.976,10 (R$ 2.669,45 no caso dos funcionários que trabalham no caixa ou tesouraria). A regra básica da participação nos lucros e resultados é 90% do salário acrescido de R$ 2.021,79 e parcela adicional de 2,2% do lucro líquido dividido linearmente entre os trabalhadores, podendo chegar a até R$ 4. 043,58. O auxílio-refeição é de R$ 29,64 por dia.
A proposta dos bancos, apresentada no último dia 9, foi de um reajuste de 7% para os salários e benefícios, somado a um abono de R$ 3.300 a ser pago em até dez dias após a assinatura do acordo. O reajuste seria aplicado também no PLR.
“A proposta apresentada traduz o esforço dos bancos por uma negociação rápida e equilibrada, capaz de atender às demandas por correção salarial e outros itens da Convenção Coletiva, com um modelo ajustado à atual conjuntura econômica”, disse em nota, na noite de ontem, a Fenaban.
Um balanço feito no fim do dia de ontem pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região informa que 913 locais de trabalho, sendo dez centros administrativos e 903 agências fecharam nesta terça-feira (27) na base do sindicato, com mais de 32 mil trabalhadores aderindo à greve.
Eleições 2016 – Voto nulo não invalida eleição, diz cientista político
03092010-03092010ef18664

Eleições 2016 – Voto nulo não invalida eleição, diz cientista político

Uma das principais dúvidas que aparecem na época das eleições diz respeito aos votos nulos. Muitos eleitores acreditam que se mais de 50% dos eleitores votarem nulo a eleição é invalidada e, embora a afirmação não seja verdadeira, é recorrente a cada eleição, aparecendo em publicações de redes sociais e conversas com amigos, causando confusão.
“Isso de que se mais de 50% do eleitorado votar nulo a eleição será anulada é puro folclore”, explica o cientista político e professor da Universidade de Brasília (UnB) Flávio Britto.
Na verdade, tanto os votos nulos quanto os votos brancos não são levados em conta na apuração que dá o resultado da eleição. Por isso, mesmo que haja mais de 50% de votos nulos, o pleito não será anulado, uma vez que os votos considerados válidos serão somente os recebidos pelos candidatos e os chamados votos de legenda.
“Esse tipo de voto [branco e nulo] não é considerado no cômputo geral da eleição, ou seja, no cômputo geral, eles não são considerados válidos”, disse o professor à Agência Brasil.
Segundo Britto, mesmo que haja 99% de votos nulos a eleição não será anulada, pois o resultado será definido através do 1% que é válido. “Se hipoteticamente pensarmos em uma cidade que só tenha um candidato a prefeito e que a cidade inteira achou por bem não votar no candidato, votando nulo como protesto. Se só o candidato votar em si próprio, por exemplo, somente o voto dele será considerado válido e ele seria eleito com 100% dos votos válidos”, disse.
Nulidade do pleito
Para o professor, a confusão existe porque as pessoas confundem o voto nulo com a possibilidade de nulidade da eleição. De acordo com o Código Eleitoral, o voto nulo é uma escolha do eleitor, e a nulidade se dá em casos de fraude na eleição.
A Justiça Eleitoral pode anular uma eleição se ocorrerem fraudes em mais da metade dos votos ou ainda quando o candidato eleito tiver o registro de candidatura cassado. Caso isto ocorra, uma nova eleição é marcada em prazo de 20 (vinte) a 40 (quarenta) dias. “Isso pode se dar em razão do abuso de poder econômico ou quando um candidato concorre com o registrosub judice. Nesses casos, se ele sair vencedor e, mais na frente, a Justiça Eleitoral cassar o registro da candidatura, teríamos novas eleições”, observou Britto.
O cientista político lembra que a nulidade da eleição também pode ser decretada caso haja a quebra do sigilo da votação, caso o encerramento ocorra antes das 17 horas ou se houver fraude na urna eletrônica. “Estas são algumas hipóteses para que a eleição seja anulada”, afirmou.
No próximo domingo (2), diante da urna eletrônica, o eleitor terá um teclado para digitar o número do seu candidato a vereador (cinco dígitos) e depois do seu candidato a prefeito (três dígitos). Qualquer número inexistente, como 00, anula o voto. Já no caso do voto em branco, existe uma tecla específica na urna ao lado das teclas corrige e confirma.
Para Flávio Britto é fundamental que o eleitor tenha clareza de que votar nulo ou em branco são direitos, mas que os votos não influenciam no resultado final da eleição. “Esses votos podem servir como uma forma de protesto, mas é preciso deixar claro que eles não influenciam no resultado final e muito menos numa possível anulação. Acho que as pessoas já estão razoavelmente esclarecidas a este respeito, mas não custa nada reforçar”, disse.

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Quatro décadas depois a campanha eleitoral em Areia Branca ainda tem o verde, amarelo e o vermelho como referência

A paixão pelo verde em Areia Branca remonta há décadas (Foto: Reprodução)
A paixão pelo verde em Areia Branca remonta há décadas (Foto: Reprodução)
Faltam quatro dias para as eleições de 2 de outubro de 2016. Em Areia Branca, quatro candidatos disputam a prefeitura. Isso só aconteceu na década de 80. Pelas projeções, ainda não será desta vez que a cidade terá um terceiro nome concorrendo diretamente ao cargo Executivo.
Desde o início da atual campanha eleitoral, que está terminando, o embate nas ruas está sendo travado entre dois candidatos. É fato que nos últimos 40 anos o eleitorado areia-branquense estabeleceu as cores verde e amarelo (“bacurau”) e vermelho (“bicudo”) como o divisor das águas. Ou seja, em época de eleição municipal a população naturalmente se “divide” entre dois candidatos. Pela cor.
Apesar de ter quatro nomes na disputa majoritária, este ano a história se repete. E dificilmente das urnas sairá um resultado que não seja favorável a um dois principais concorrentes diretos no pleito, os candidatos a prefeito Toninho Cunha (PHS), que tem a preferência do eleitor verde e amarelo, e Iraneide Rebouças (PSD), que representa o vermelho. Os outros dois candidatos a prefeito são Chiquinho Contador (PSDC) e Perboyre Vale (SD).
Paixão pela cor partidária é coisa de brasileiro
O vermelho é a cor que simboliza o "bicudo", hoje oposição no município (Foto: Reprodução)
O vermelho é a cor que simboliza o “bicudo”, oposição no município (Foto: Reprodução)
Mas essa coisa de votar no candidato pela cor que ele utiliza na campanha e na propaganda eleitoral, não é privilégio apenas dos areia-branquenses. Pesquisando sobre o assunto, descobriu-se que com a redemocratização do país, no final da década de 1970, cinco partidos políticos foram autorizados a funcionar. Cada um utilizou uma simbologia própria, identificada nas bandeiras.
O Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) adotou o vermelho e o preto, mantendo as cores do antigo MDB. O Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) seguiu as cores do antigo partido de Getúlio Vargas, estampando em sua bandeira três listras verticais (preto, branco e vermelho). No Partido dos Trabalhadores (PT), predomínio da cor vermelha com uma estrela branca. O Partido Democrático Social (PDS) seguiu as cores vermelho e azul e o Partido Democrático Trabalhista (PDT) o vermelho, azul e branco.
Os novos partidos criados na década de 1980/90 e as siglas que deixaram a clandestinidade também adotaram cores de identificação.
Seguindo a tendência internacional, os partidos comunistas (PCB e PC do B) imprimiram o vermelho em suas insígnias e o novo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) o azul e amarelo. O Partido da Frente Liberal (PFL) adotou os tons da bandeira nacional (verde e amarelo).
Na primeira eleição direta para presidente da República após o Golpe Militar de 1964, no ano de 1989, houve a profusão de candidatos e a consequente multiplicidade de cores na propaganda política. Fernando Collor de Mello, o candidato a presidência da República lançado por uma sigla desconhecida, o Partido da Reconstrução Nacional (PRN), fez o discurso da mudança, da moralização e do crescimento.
O nome do candidato escrito na cor azul, aproveitava o duplo “l” para em cada qual estampar uma cor: verde e amarelo. Um forte apelo nacionalista e que de certa forma resgatava a campanha das Diretas Já liderada por seus oponentes.
Comício de Fernando Collor de Melo, em Ribeirão Preto, em 1989, concorrendo com Lula (Foto: Reprodução)
Comício de Fernando Collor de Melo, em Ribeirão Preto, em 1989, concorrendo com Lula (Foto: Reprodução)
Na mesma linha, Fernando Henrique Cardoso, quatro anos depois, contou com as cores da bandeira nacional na propaganda de seu partido e como símbolo, adotou uma ave multicolorida tipicamente brasileira, o tucano. Colorida, mas sem fazer qualquer referência ao seu antecessor deposto pela mobilização popular.
Nas três eleições disputadas por Luiz Inácio Lula da Silva (1989,1994 e 1998), o vermelho foi a cor símbolo. Os insucessos eleitorais levaram o novo marqueteiro do PT, Duda Mendonça, a propor uma alteração na imagem do candidato, que passou a preocupar-se mais com a forma e não só com o conteúdo de seus discursos.
Após sucessivas derrotas Lula encontrou o caminho da vitória com mudança no marketing (Foto: Reprodução)
Após sucessivas derrotas Lula encontrou o caminho da vitória com mudança no marketing (Foto: Reprodução)
O vermelho estava demasiadamente associado ao Movimento dos Trabalhadores Sem-terra (MST) e, quem sabe, até a uma proposta “esquerdista”, talvez responsável pelos seguidos insucessos. Esta hipótese é admitida no relato que Duda Mendonça fez após a vitoriosa eleição de 2002, quando Lula elegeu-se presidente do Brasil, substituindo o vermelho e a única estrela dos materiais de propaganda por uma combinação de azul, verde, branco e vermelho, com diversas estrelas para fazer companhia a antes solitária marca petista.
Tudo questão de marketing, que faz a diferença em qualquer eleição.

AGENDA DOS CANDIDATOS A PREFEITO DE MOSSORÓ PARA HOJE QUARTA-FEIRA

28 Set2016

Por Jbelmont às 00h00


AGENDA: Tião e Jorge do Rosário (quarta-feira 28/09/2016)


08h - Manhã 45 - Caminhada na Ilha de Santa Luzia com saída da rua Benício Filho, ao lado da padaria Vipães.


16h - Carreata 45 - Percorrendo os bairros Vingt Rosado, Costa e Silva, Centro, Paredões, Barrocas, Santo Antônio e Estrada da Raiz. Saída da rua Francisco Ismael Araújo próximo ao colégio.


Agenda Rosalba Ciarlini para quarta-feira (28.09)

8h – Caminhada – bairro: Abolição III - Início na Avenida Abel Coelho

16h – Caminhada – bairros: Planalto 13 de Maio e Alto de São Manoel - Início na Rua Genésio Xavier Rebouças com Rua Raimundo Juvino

Nobel da Paz, ex-presidente israelense Shimon Peres morre aos 93 anos

Político, que sofreu AVC no início do mês, foi um dos pais fundadores de Israel

por
O ex-presidente israelense Shimon Peres foi internado duas vezes em janeiro deste ano - BAZ RATNER / REUTERS
TEL AVIV — Um dos maiores ícones da História israelense, o ex-presidente e Prêmio Nobel da Paz Shimon Peres morreu na noite de terça-feira, aos 93 anos, informou a agência estatal Israel News Agency. Ele estava hospitalizado desde 13 de setembro depois de ter sofrido um acidente vascular cerebral no início do mês. Com uma carreira de quase 70 anos, o político ajudou a construir o Estado de Israel, foi várias vezes ministro, duas vezes premier e é tido como um dos artífices das tentativas de paz com a população palestina.
Peres foi levado às pressas para o hospital em 14 de setembro após sofrer um acidente vascular cerebral. Seu estado de saúde era considerado gravíssimo, mas ele teve quadro posteriormente avaliado como grave, mas ainda consciente.
Na terça-feira, o médico pessoal de Peres havia informado que a situação do ex-presidente se agravara. Segundo o diagnóstico feito na clínica em Tel Aviv onde ele estava internado, Peres teve dano cerebral grave no dia 27, e órgãos começaram a apresentar sinais de falência. A família já admitia que a situação era irreversível e começou a prestar despedidas.
Políticos da oposição e membros do Gabinete do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu foram, ainda na terça-feira, se despedir em pessoa do político, idolatrado nacionalmente por seu papel na fundação do Estado israelense.
Um dos artífices dos Acordos de Paz em Oslo, em 1993, Peres recebeu o Prêmio Nobel da Paz de 1994 junto ao então primeiro-ministro israelense Yitzhak Rabin e ao presidente da Autoridade Nacional Palestina, Yasser Arafat, ambos hoje falecidos.
Último político da geração dos pais fundadores de Israel ainda vivo, Peres, ministro em inúmeros governos trabalhistas, assumiu em várias ocasiões as funções de primeiro-ministro e a de presidente entre 2007 e 2014. Aos 93 anos, se encontrava particularmente ativo através de seu Centro Peres para a Paz, que promove a coexistência pacífica entre judeus e árabes.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/mundo/nobel-da-paz-ex-presidente-israelense-shimon-peres-morre-aos-93-anos-2-20191590#ixzz4LXtCEH7Y
© 1996 - 2016. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Hillary vence debate contra Trump para 62%, nos EUA, segundo 'CNN'

Rede americana entrevistou 521 eleitores logo após debate em Nova York.
Donald Trump foi o vencedor para 27% dos entrevistados.

Da EFE
Donald Trump e Hillary Clinton, candidatos à presidência dos EUA, durante início do debate em Hempstead, no estado de Nova York, nos Estados Unidos (Foto: Mike Segar/Reuters) 
Donald Trump e Hillary Clinton, candidatos à presidência dos EUA, durante início do debate em Hempstead, no estado de Nova York, nos Estados Unidos (Foto: Mike Segar / Reuters)
A candidata democrata à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, venceu nesta segunda-feira (26) o primeiro debate contra seu rival, o republicano Donald Trump, segundo 62% dos consultados pela emissora "CNN", que em sua maioria eram democratas.
Apenas 27% dos 521 indagados, todos eles eleitores registrados, respondeu que foi Trump quem se saiu melhor no debate realizado na Universidade de Hofstra, em Nova York.
Além disso, 41% dos indagados se identificou como eleitor democrata, enquanto 26% como republicano, enquanto os demais não definiram sua filiação política.
Trump e Hillary voltarão a debater nos próximos dias 9 e 19 de outubro, em Saint Louis (Missouri) e Las Vegas (Nevada), respectivamente.

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Polícia Federal cumpre a 35ª fase da Lava Jato e prende Antonio Palocci

Operação investiga um esquema bilionário de lavagem de dinheiro.
Estão sendo cumpridos 45 mandados judiciais, sendo três de prisão.

Adriana JustiDo G1 P
O ex-ministro Antonio Palocci foi preso na 35ª fase da Operação Lava Jato, que foi deflagrada pela Polícia Federal (PF), na manhã desta segunda-feira (26), em São Paulo. Ao todo, foram expedidos 45 mandados judiciais, sendo 27 de busca e apreensão, três de prisão temporária e 15 de condução coercitiva, que é quando a pessoa é levada para prestar depoimento, em São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal.
Antônio Palocci foi ministro da Casa Civil no governo Dilma Rousseff e ministro da Fazenda no governo Lula. A ação foi batizada de "Omertà".

A prisão do ex-ministro foi um pedido da PF, acatado pela Justiça. Os policiais também cumprem mandados na casa e no escritório do ex-ministro.
Os outros dois presos são: o ex-secretário da Casa Civil Juscelino Antônio Dourado e Branislav Kontic, que atuou como assessor na campanha de Palocci em 2006.
Policiais federais chegam com malotes apreendidos na 35ª fase da Lava Jato (Foto: Tatiana Santiago/G1)Policiais federais chegam com malotes
apreendidos na 35ª fase da Lava Jato
(Foto: Tatiana Santiago/G1)
O G1 tenta contato com os advogados dos investigados.
As suspeitas sobre Palocci na Lava Jato surgiram na delação do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa. Ele disse que, em 2010, Alberto Youssef, que está preso na PF em Curitiba, lhe pediu R$ 2 milhões da cota de propinas do PP para a campanha presidencial da ex-presidente Dilma Rousseff. O pedido teria sido feito por encomenda de Palocci.
Investigações
Segundo a PF, há indícios de uma relação criminosa entre o ex-ministro e a Odebrecht. O investigado teria atuado diretamente como intermediário do Partido dos Trabalhadores perante o grupo Odebrecht.
"Há indícios de que o ex-ministro atuou de forma direta a propiciar vantagens econômicas ao grupo empresarial nas mais diversas áreas de contratação com o poder público, tendo sido ele próprio e personagens de seu grupo político beneficiados com vultosos valores ilícitos", diz a PF.
As investigações apontam ainda que entre as negociações estão tratativas entre o grupo Odebrecht e o ex-ministro para a tentativa de aprovação do projeto de lei de conversão da MP 460/2009, que resultaria em imensos benefícios fiscais, aumento da linha de crédito junto ao BNDES para país africano com a qual a empresa tinha relações comerciais, além de interferência em licitações da Petrobras para aquisição de 21 navios sonda para exploração da camada pré-sal.
Ainda conforme a PF, outro núcleo da investigação apura pagamentos efetuados pelo chamado “setor de operações estruturadas” da Odebrecht para diversos beneficiários que estão sendo alvo de medidas de busca e condução coercitiva.
Operação Omertà
Segundo a PF, Omertà "é uma referência a origem italiana do codinome que a construtora usava para fazer referência ao principal investigado da fase, bem como ao voto de silêncio que imperava no Grupo Odebrecht que, ao ser quebrado por integrantes do “setor de operações estruturadas” permitiu o aprofundamento das investigações. Além disso, remete a postura atual do comando da empresa que se mostra relutante em assumir e descrever os crimes praticados".
34ª fase
A penúltima fase, deflagrada na quinta-feira (23), foi batizada de Arquivo X e mira a contratação, pela Petrobras, de empresas para a construção de duas plataformas de exploração de petróleo na camada do pré-sal, as chamadas Floating Storage Offloanding (FSPO´s). O valor do contrato foi de US$ 922 milhões, de acordo com os investigadores.
Sete investigados foram presos temporariamente e o prazo vence nesta segunda-feira (26), podendo ser prorrogado pelo mesmo período ou convertido em prisão preventiva, que é quando não há prazo para deixar a carceragem.
O ex-ministro da Fazenda Guido Mantega chegou a ser preso, mas posteriormente teve o mandado revogado pelo juiz federal Sérgio Moro.

domingo, 25 de setembro de 2016

Agenda dos candidatos a prefeito de Mossoró para este sábado
mossoro-vista-ll-290909-19

Agenda dos candidatos a prefeito de Mossoró para este sábado

Confira a agenda dos candidatos a prefeito de Mossoró para este sábado:
Rosalba Ciarlini (PP)
– 8h – Comício Relâmpago na Cobal, no Centro;
– 9h – Comício Relâmpago no Vuco-Vuco, no bairro do Bom Jardim;
– 10h – Comício Relâmpago no Centro Comercial do Abolição I;
– 11h – Comício Relâmpago no Cruzamentos das ruas Felipe Camarão com Francisco Solon, no bairro do Aeroporto;
– 12h – Comício Relâmpago – Cruzamento da Av. Alberto Maranhão com rua Coelho Neto, no Alto da Conceição;
– 18h – Início da concentração para a descida da Avenida Presidente Dutra, no Alto São Manuel, em frente à Pousada Izamar; saída às 20h30 com encerramento no cruzamento das ruas Santos Dumont com Idalino de Oliveira (esquina do Hotel Imperial).
Tião Couto (PSDB)
– 08h – Manhã 45 – Caminhada no bairro Alto da Conceição. Saída da praça do Alto da Conceição até a praça Felipe Guerra;
– 09h – Adesivaço no centro da cidade. Concentração na praça do teatro;
– 15h – Zona Rural 45 – Visita à comunidade do Jucuri;
– 16h – Carreata 45. Percorrendo os bairros Belo Horizonte, Centro e Boa Vista. Concentração na Avenida Alberto Maranhão, próximo ao posto 30 de setembro.
Gutemberg Dias (PCdoB)
– 8h – Bandeiraço na Praça Rodolfo Fernandes (Praça do Pax) e na Praça da Independência (Praça do Mercado);
– 15h – Encontro com mulheres da Associação de Mães com Filhos com Deficiência, no Ninho Residencial;
– 17h – Carreata pelas ruas dos bairros Redenção, Integração, Santa Delmira e Abolições. A concentração será às 17h, na Escola Estadual Luiz Dantas Cavalcanti, no Redenção.
Josué Moreira (PSDC)
– 7 h. – Caminhada 27 no Centro;
– 15 h. – Caminhada 27 na Comunidade dos Pintos ;
– 18 h. – Caminhada 27 no Conjunto Nova Mossoró.

sábado, 24 de setembro de 2016

Norma que efetivou servidores de universidade do RN sem concurso é inconstitucional
uern-foto-caio-vale

Norma que efetivou servidores de universidade do RN sem concurso é inconstitucional

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) declararam a inconstitucionalidade de dispositivos de uma lei potiguar que assegurava a permanência dos servidores da Fundação Universidade Regional do Rio Grande do Norte – hoje Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UFRN) – admitidos em caráter temporário sem prévia aprovação em concurso público. A decisão, tomada pelo Plenário da Corte na tarde desta quinta-feira (22), foi unânime.
A Corte entendeu que houve ofensa ao princípio constitucional do concurso público (artigo 37, inciso II), além de usurpação, pela Assembleia Legislativa, de prerrogativa do Poder Executivo em editar matéria de regime jurídico de servidores públicos.
Por essa razão, o Plenário julgou procedente a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 1241, na qual a Procuradoria Geral da República (PGR) questionava os artigos 1º e 2º da Lei Estadual 6.697/1994. Esses dispositivos asseguravam a permanência dos servidores no quadro suplementar, sem terem feito concurso público, mesmo tendo sido admitidos em caráter temporário por um período certo [entre janeiro de 1987 e junho de 1993]. Também tornavam sem efeitos os atos da direção da universidade que, de qualquer forma, importasse em exclusão dos servidores da estrutura daquela instituição.
O ministro Dias Toffoli, relator da ação, votou pela declaração da inconstitucionalidade dos dispositivos atacados, uma vez que a proposição legislativa decorreu de iniciativa parlamentar, “tendo sido usurpada a prerrogativa conferida constitucionalmente ao chefe do Executivo”. A ofensa ao princípio do concurso público foi outro motivo destacado pelo ministro para a procedência do pedido, tendo em vista a estabilização de servidores contratados apenas temporariamente. Segundo ele, o artigo 19 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias (ADCT) concedeu estabilidade excepcional somente aos servidores que, ao tempo da promulgação da Constituição Federal, estavam em exercício há mais de cinco anos.
Assim, o relator julgou procedente a ADI, “ante a vigência prolongada da Lei estadual 6.697/1994 e a necessidade de se resguardar a segurança jurídica”, conforme jurisprudência já firmada pelo STF. O ministro Dias Toffoli propôs a modulação de efeitos da declaração de inconstitucionalidade para que a presente decisão apenas passe a valer após 12 meses da data da publicação da ata de julgamento. Nesse ponto, ficou vencido o ministro Marco Aurélio.
O relator considerou este período de 12 meses como “tempo hábil” para a realização de concurso público, a nomeação e a posse de novos servidores, a fim de evitar prejuízo à prestação de serviço público de ensino superior na UERN. De forma semelhante ao julgamento da ADI 4876, ele propôs que sejam ressalvados dos efeitos dessa decisão os servidores que já estejam aposentados e aqueles que tenham preenchido os requisitos para a aposentadoria.

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Mega-Sena acumula novamente e prêmio estimado para o sorteio deste sábado é de R$ 57 milhões

Sorteio foi realizado na cidade de São Gonçalo do Rio Abaixo, em Minas (Foto: Reprodução)
Sorteio foi realizado na cidade de São Gonçalo do Rio Abaixo, em Minas (Foto: Reprodução)
Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 1.859 da Mega-Sena, cujo foi realizado nesta quinta-feira, 22, em São Gonçalo do Rio Abaixo (MG), e o prêmio acumulou para R$ 57 milhões.
Veja as dezenas: 01 – 13 – 14 – 21 – 26 – 51.
A quina teve 88 apostas ganhadoras e cada uma vai levar R$ 32.842,30. Outras 6.049 apostas acertaram a quadra e vão levar R$ 682,55 cada uma.
A estimativa de prêmio para o concurso 1.860, a ser realizado no sábado, 24, é de R$ 57 milhões, segundo a Caixa Econômica Federal.
O sorteio ocorre nesta quinta devido ao especial “Mega-Sena da Primavera”, que alterou o calendário da semana. O sorteio do concurso 1.858 foi realizado na terça, 20.
Para apostar na Mega-Sena
As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.
Venda de ingressos para Brasil x Bolívia em Natal entra na reta final
arena_das_dunas_1_0

Venda de ingressos para Brasil x Bolívia em Natal entra na reta final

As vendas de ingressos para o jogo da Seleção Brasileira em Natal (RN) começaram às 10h desta quinta-feira (22), no site www.cbf.com.br/ingressoseliminatorias. E quatro horas após o início restavam poucas unidades disponíveis no sistema.
Segundo balanço divulgado pela CBF, pouco menos de mil ingressos estavam disponíveis no sistema para venda.
Para quem não conseguir adquirir o acesso, a venda nos pontos físicos será iniciada no próximo dia 29. A bola vai rolar para Brasil x Bolívia às 21h45 do dia 6 de outubro, na Arena das Dunas.
O duelo com os bolivianos vale pela 9ª rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo da FIFA Rússia 2018. Todos os ingressos terão lugar marcado. Confira todos os detalhes!
BRASIL X BOLÍVIA – INGRESSOS
SITE (10h de 5ª feira, 22 de setembro)
PONTOS DE VENDA FÍSICA EM NATAL (10h de 5ª feira, 29 de setembro)
Bilheteria da Arena das Dunas: Avenida Prudente de Morais, 5121 – Lagoa Nova (segunda a domingo, das 10h às 18h)
Loja SportMaster – Shopping Midway Mall: Avenida Bernardo Viera, Loja 248 – Tel.: (84) 3204-3338 (Segunda a domingo, das 10h às 22h)
Loja SportMaster – Natal Shopping: Avenida Salgado Filho, Loja 240 – Tel.: (84) 3207-9363 (segunda a domingo, das 10h às 22h)
* Formas de pagamento: dinheiro, cartões de débito e crédito (1x)
VALORES
Arquibancada Inferior (Norte ou Sul)
R$ 150 (inteira)
R$ 75 (meia)
Arquibancada Superior (Leste ou Oeste)
R$ 170 (inteira)
R$ 85 (meia)
Arquibancada Inferior (Leste ou Oeste)
R$ 220 (inteira)
R$ 110 (meia)
Setor Premium (área exclusiva no setor inferior leste COM serviços de alimentos e bebidas incluídos)
R$ 300 (apenas inteira disponível)
Setor VIP (área exclusiva no setor inferior oeste, COM serviços de alimentos e bebidas incluídos)
R$ 350 (apenas inteira disponível)
Camarotes de 18 a 30 lugares (setor inferior oeste ou mezanino oeste, COM serviços de alimentos e bebidas incluídos)
R$ 400 por assento* (apenas inteira disponível)
* Venda apenas em lote fechado.
Camarote Villa Mix
R$ 350 (apenas inteira disponível)
Serviços: Camisa exclusiva do camarote; espaço exclusivo com lounge; entrada exclusiva; serviço incluso de bebidas (open bar de whisky, vodka, cerveja e refrigerante); DJ e shows da Banda Eva e da dupla Pedro & Benício.

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

AGENDA DOS CANDIDATOS A PREFEITO DE MOSSORÓ PARA ESTA QUINTA-FEIRA

22 Set2016

Por Jbelmont às 00h27

AGENDA: Tião e Jorge do Rosário (quinta-feira 22/09/2016)

Quinta-feira - 22/09/2016
 
08h - Manhã 45 - Caminhada no bairro Boa Vista com saída da Drogaria Renato.
08h Manhã 45 - Caminhada no Alto de São Manoel com Jorge do Rosário. Saída do Posto Jamaica descendo a avenida Presidente Dutra.
16h - Tarde 45 - Caminhada nos bairros Liberdade e Papoco, com saída do Acapulcos até o complexo Vingt Rosado.
20h Visita a Expofruit no Centro de Exposições e Eventos Enéas Negreiros - Expocenter.

 

Agenda da candidata Rosalba Ciarlini nesta quinta-feira, dia 22 de setembro

8h – Gravação para o Programa Eleitoral
12h – Participa de entrevista na InterTV Costa Branca
16h - Comício Relâmpago no Assentamento Terra da Liberdade, Sumaré
16h40 - Comício Relâmpago no Rua Manoel Balbino da Costa, Bom Jesus
17h20 - Comício Relâmpago na Praça do Bom Jesus, Bom Jesus
18h - Comício Relâmpago na Rua Nilza Pires de Almeida, Bom Jesus
18h40 - Comício Relâmpago na Rua Sebastião Benício da Silva, Bom Jesus
19h – Participa de Encontro de Amigos, na Abolição I
19h30 – Participa de Encontro de Amigos na Abolição II
19h45 – Participa de Encontro de Amigos na Boa Vista
20h – Participa de Encontro de Amigos no Alto da Conceição
20h30 – Participa de Encontro de Amigos nos 12 anos

Primavera começa nesta quinta, com ondas de frio previstas até outubro

Estação é caracterizada por maior risco de alergias; veja dicas de médica.
Primavera dará lugar ao verão no dia 21 de dezembro.

Mariana LenharoDo G1, em São Paulo
Festa das Flores e Morangos de Atibaia (Foto: Filipe Rodrigues/G1)Festa das Flores e Morangos de Atibaia (Foto: Filipe Rodrigues/G1)
Começa nesta quinta-feira (22), às 11h21, a primavera no Hemisfério Sul. Depois de um inverno típico, com temperaturas mais baixas principalmente no Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil, os próximos meses devem ser caracterizados por aumento gradual da temperatura nessas três regiões, segundo informações do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC/INPE).
Apesar do aumento da temperatura, estão previstas frentes frias provocadas pela entrada de massas intensas de ar frio pelo centro-sul do país, o que deve fazer a temperatura cair bruscamente, levando a dias de primavera com cara de inverno.
Segundo a meteorologista Fabiene Casamento, da Somar Meteorologia, as ondas de frio devem chegar ao Sul e ao Sudeste, até o sul de Minas Gerais. “Até o mês de outubro, teremos ondas de frio que vão perdendo a intensidade conforme avança a primavera.”
O CPTEC/INPE destaca também a ocorrência de temperaturas máximas muito elevadas na região central do país devido à maior frequência de dias com céu claro nesta estação. Já as regiões Norte e Nordeste não devem ter grande variação de temperatura ao longo do ano.
As temperaturas do Pacífico Equatorial no momento indicam que está havendo uma transição para um episódio fraco de La Niña, que é o resfriamento das águas do Pacífico.
Chuvas
A previsão para o Sul é ter chuvas abaixo da média para a época, segundo a meteorologista.
Já no Sudeste, a quantidade de chuva deve estar dentro do esperado para a estação, mas com distribuição irregular, com mais chuvas nas primeiras semanas de outubro e tornando-se mais regulares no período final da primavera.
No Centro-oeste, a expectativa é ter chuvas acima do esperado para a época, diferentemente da última estação, quando o Mato Grosso sofreu com estiagem.
Norte e Nordeste apresentam uma maior probabilidade de terem menos chuva do que a média, com exceção de Pará, Tocantins, Maranhão, Piaui, Bahia e regiões litorâneas.
A primavera dará lugar ao verão no dia 21 de dezembro.
Aumento de alergias
Por ser uma época de polinização das plantas, a primavera é um período de aumento de casos de alergia ao pólen. Segundo a alergista Ariana Yang, esse tipo de alergia provoca sintomas principalmente nos olhos e nariz, como coceira, ardência nos olhos e nariz escorrendo.

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Lula se torna réu pela segunda vez na Lava Jato e agora será julgado por Moro
O ex-presidente Lula agora é réu na Justiça Federal por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, juntamente com a ex-primeira dama Marisa Letícia, e será julgado pelo juiz Sérgio Moro
O ex-presidente Lula agora é réu na Justiça Federal por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, juntamente com a ex-primeira dama Marisa Letícia, e será julgado pelo juiz Sérgio Moro

Lula se torna réu pela segunda vez na Lava Jato e agora será julgado por Moro

O juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba, Sérgio Moro, aceitou hoje (20) denúncia apresentada pela força-tarefa da Operação Lava Jato contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a mulher dele, Marisa Letícia da Silva, e outras seis pessoas. Com a decisão, todos viram réus nas investigações.
Na denúncia, apresentada na semana passada, o procurador da República Deltan Dallagnol, chefe da força-tarefa, disse que Lula era o “comandante máximo do esquema de corrupção identificado na [Operação] Lava Jato”. O ex-presidente foi denunciado à Justiça Federal por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
Segundo os procuradores, Lula recebeu R$ 3,7 milhões de propina de empresas envolvidas no esquema de corrupção da Petrobras, por meio de vantagens indevidas, como a reforma de um apartamento triplex no Guarujá (SP),e pagamento de despesas com guarda-volumes para os objetos que Lula ganhou quando estava no cargo. As vantagens teriam sido pagas pela empreiteira OAS.
Após a divulgação da denúncia, os advogados de Lula afirmaram que as acusações fazem parte de um “deplorável espetáculo de verborragia da manifestação da força tarefa da Lava Jato”.
“O MPF elegeu Lula como maestro de uma organização criminosa, mas esqueceu do principal: a apresentação de provas dos crimes imputados. “Quem tinha poder?” Resposta: Lula. Logo, era o “comandante máximo” da “propinocracia” brasileira. Um novo país nasceu hoje sob a batuta de Deltan Dallagnol e, neste país, ser amigo e ter aliados políticos é crime”, argumentou a defesa.
Também foram denunciados pelo MPF o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, e o ex-presidente da OAS Léo Pinheiro, além de Agenor Franklin Magalhães Medeiros, Paulo Roberto Valente Gordilho, Fábio Hori Yonamine e Roberto Moreira Ferreira, todos ligadas à empreiteira.
O ex-presidente Lula também é réu em outra ação penal oriunda da Operação Lava Jato, que tramita na Justiça Federal em Brasília. Na ação penal, Lula, o ex-senador Delcídio do Amaral, e mais cinco acusados pelo crime de obstrução das investigações. Todos os envolvidos são acusados de tentar impedir o ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró de assinar acordo de delação premiada com a força-tarefa de investigadores da Operação Lava Jato.
Marisa Letícia
Apesar de receber a denúncia, Moro “lamentou” a parte das acusações sobre a ex-primeira Dama Marisa Letícia. Segundo o juiz, há dúvidas se a esposa de Lula tinha conhecimento dos supostos crimes.
“Lamenta o Juízo em especial a imputação realizada contra Marisa Letícia Lula da Silva, esposa do ex-presidente. Muito embora haja dúvidas relevantes quanto ao seu envolvimento doloso, especificamente se sabia que os benefícios decorriam de acertos de propina no esquema criminoso da Petrobras, a sua participação específica nos fatos e a sua contribuição para a aparente ocultação do real proprietário do apartamento é suficiente por ora para justificar o recebimento da denúncia também contra ela e sem prejuízo de melhor reflexão no decorrer do processo”, argumentou Moro.
Fatos e provas
Na decisão, o juiz Sérgio Moro também afirmou que os fatos e provas apresentados pela força-tarefa da Lava Jato são suficientes para o recebimento da denúncia. O juiz também lembrou que há outras investigações que envolvem Lula na Operação Lava Jato.
“Como última consideração, observa-se que, embora aparentem ser, no presente caso, desproporcionais os valores das, segundo a denúncia, vantagens indevidas recebidas pelo ex-presidente com a magnitude do esquema criminoso que vitimou a Petrobras, esse é um argumento que, por si só, não justificaria a rejeição da denúncia, já que isso não descaracterizaria o ilícito, não importando se a propina imputada alcance o montante de milhares, milhões ou de dezenas de milhões de reais”, disse o juiz.

terça-feira, 20 de setembro de 2016

AGENDA DOS CANDIDATOS A PREFEITO DE MOSSORÓ PARA ESTA TERÇA-FEIRA

19 Set2016

Por Jbelmont às 23h47

AGENDA: Tião e Jorge do Rosário (terça-feira 20/09/2016)

Terça-Feira 20/09/2016


07h30 - Sabatina na UERN - Auditório da FAFIC.
16h - Tarde 45 - Caminhada no Alto da Conceição, com saída da Avenida Cunha da Mota com Almirante Barroso próximo ao posto de saúde.

20h - Reunião com os Amigos de Assis da AMA no conjunto Resistência.




Agenda da candidata Rosalba Ciarlini para esta terça-feira, 20 de setembro

8h10 – Participa de sabatina no auditório da FAFIC (UERN) promovido pelo Depto. de Comunicação

10h - Gravação para o Programa Eleitoral

18h40 – Participa de entrevista no Programa Cenário Político, da TCM